Jammer

Dispositivo que bloqueia sinal dos rastreadores

Você já ouviu o termo Jammers?

Hoje falaremos um pouco sobre os jammers, dispositivos muito utilizados pelos criminosos nas ações de roubo a veículos e cargas.

O que é o jammer, exatamente?

Com o surgimento de ferramentas e técnicas que aumentam a segurança de um veículo, apareceram também formas de burlar essas ferramentas e tecnologias.

Inicialmente projetados para fins militares, o dispositivo que bloqueia sinal de rastreadores (que utilizam tecnologia celular), conhecidos como jammers, foram usados pela primeira vez durante a Segunda Guerra Mundial e evoluíram com o passar do tempo.

Embora sejam proibidos pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), esses dispositivos são vendidos sem qualquer tipo de controle, em várias lojas virtuais ao redor do Brasil.

São leves, portáteis e muito eficientes, sendo, até mesmo os modelos mais acessíveis, capazes de inutilizar quaisquer rastreadores em um raio de 20 metros.

Como ele funciona?

O princípio de funcionamento desse dispositivo, também conhecido como “capetinha” ou “chupa-cabra”, é muito simples:

O que ele faz é emitir um ruído capaz de interferir, embaralhar e bloquear os sinais de celulares (GSM), impedindo que os rastreadores cumpram sua função.

Em outras palavras, o jammer é o dispositivo que bloqueia sinal dos rastreadores e torna um possível veículo roubado não ser mais rastreável.

No momento da ação, os criminosos ligam o dispositivo e se aproximam do alvo a ser roubado. Com isso, os rastreadores param funcionar, o que torna a ação mais fácil de ser executada.

Tecnologias que combatem a ação dos jammers.

Podemos citar dois tipos de equipamentos que hoje trabalham na redução das ações criminosas com a utilização dos jammers: os Imobilizadores e a Tecnologia RF.

Os Imobilizadores são equipamentos capazes de detectar a ação dos jammers e promover a parada do veículo de forma progressiva.

Esses equipamentos agem de forma independente, sem a necessidade de envio de um comando remoto ou qualquer ação de terceiros. Após detectar as investidas de um jammer, ele automaticamente entra em ação.

O Imobilizador detecta com alta assertividade a ação de jammers, o que evita falsos bloqueios que podem impactar na operação logística.

O Imobilizador

O equipamento é compacto e compatível com qualquer tipo de veículo. Ele é instalado de forma diferenciada, com sistema de bloqueio inovador, o que dificulta ao máximo a localização do dispositivo por parte dos criminosos e que torna essa novidade um sucesso no índice de recuperação de veículos e cargas.

A Isca RF

Já os equipamentos com tecnologia RF (Rádio frequência), são imunes à ação dos jammers.

Normalmente as iscas são utilizadas em conjunto com um rastreador GSM, e ao detectarem a ação dos jammers, entram imediatamente em estado de emergência.

Ao entrar emergência, as iscas emitem frequências que servem para a busca do bem a ser localizado. Essa busca é feita com equipamento próprio, através de equipes de pronta resposta.